Os Tipos de MERGULHO

Mergulho Livre - Mergulho Autônomo - Mergulho Comercial

Muitas pessoas acabam generalizando o esporte por não conhecê-lo muito bem. Dentro do mergulho temos algumas modalidades que se diferenciam entre si.

Para isso teremos que diferenciar as principais modalidades, sendo elas o mergulho livre, mergulho autônomo e mergulho comercial.


Mergulho Livre

Essa modalidade consiste basicamente em flutuar na superfície somente com auxílio de uma máscara com um snorkel (tubo usado para respirar sob a água de média entre 35 a 45 cm) e uma nadadeira, além de poder submergir usando apenas o ar de seus pulmões e ficar no fundo o tempo que a pessoa aguentar.

Dentro do mergulho livre temos duas práticas comuns, mergulho com snorkel e mergulho de apneia.


Mergulho de Snorkel

Prática utilizada para lazer onde consiste na pessoa ficar flutuando na superfície curtindo o fundo respirando através do snorkel. Uma modalidade bem tranquila, sem necessidade de muita prática e/ou técnica dando para qualquer pessoa praticar, até mesmo pessoas que não sabem nadar com auxílio de um colete de flutuação.


Mergulho de Apnéia


É uma modalidade na qual consiste basicamente no tempo em que o mergulhador fica submerso prendendo a sua respiração.

É uma prática que exige muita técnica e com o aprimoramento delas faz-se com que o mergulhador melhore seu tempo de fundo.


Hoje tem no mundo milhares de praticantes do esporte, que fez com que o mesmo tomasse um rumo competitivo, com vários campeonatos pelo mundo, tanto de pesca submarina, quanto de apneia em profundidade com recordes que ultrapassam as leis da física 😁.

Temos registros por exemplo do mergulhador francês Guillaume Néry, que atingiu a marca dos 139m de profundidade somente com um fôlego. 😯


Mergulho Autônomo

É uma prática de mergulho na qual o mergulhador submerge com o auxílio de um equipamento contendo ar comprimido, que auxilia na respiração durante sua permanência no meio aquático.

Isso permite com que o mergulhador permaneça mais tempo embaixo d'água do que na prática da apneia.




Tal modalidade requer equipamentos, como máscara, snorkel, nadadeiras, colete, regulador, cilindro de ar comprimido, computador de mergulho e, dependendo da temperatura da água, roupa de neoprene, luvas e uma série de outros acessórios.



Para se tornar um mergulhador autônomo, você precisa fazer curso de mergulho. No Brasil encontramos várias certificadoras (agências autorizadas com materiais e técnicas específicas para credenciamento de mergulhadores autônomos) como a PADI, SSI, NAUI, CMAS, PDIC, IANTD, entre outras.


A partir do momento que se conclui o curso básico e recebe a carteirinha de mergulhador, já podemos considerar como mergulhador autônomo.

Dentro do mergulho autônomo tem vários cursos que só tendem a aprimorar as técnicas e o conhecimento do mergulhador praticante, como o avançado, resgate, divemaster, instrutor entre outros.



Mergulho Comercial

Mergulhador comercial é aquele no qual o seu equipamento é interligado a superfície por meio de uma umbilical (mangueiras que alimentam o mergulhador com ar e permitem a comunicação do mesmo com a superfície).

São mergulhadores que tem um trabalho duro e pesado, e nem sempre as condições do ambiente de trabalho favorecem.

Hoje em dia há uma necessidade de que os trabalhadores tenham boa formação em solda, mecânica e trabalhos da construção civil. Normalmente o mergulhador tem apenas que executar um serviço não havendo a necessidade de se preocupar com mais nada, pois a equipe de superfície é quem controla tudo, como o tempo descompressivo, demanda de ar entre outros.


Categorias existentes: